Crer pra que?






É tão difícil acreditar

Ver nas palavras sentimentos

Depois que se machucar tanto

Nada mais é verdadeiro


Se eu fosse acreditar

Em tudo que disseste

Levaria deste mundo

Sentimento verdadeiro?


Doces palavras são veneno

E sentimento é sorrateiro

Em seus lábios esses sons

De um bruxo traiçoeiro


Nos caminhos que segui
Outro som não conheci

Aprendi a decidir oque mais
Não ouvir
Melódicas maldições
De pura desilusão

E assim desacretido
Nesse lindo som maldito.


[Luna]

4 Comentários:

Morbid Poet disse...

Palavras ah! Doces palavras que nos iludem e nos levam a acreditar que somos especiais...
Como sempre escreve com sua alma...
Bjs

Rocha disse...

Olá!
Gostei do seu blog show, not°10 desejo muito sucesso em sua caminhada e objetivo
Um grande abraço
http://maximumforma.blogspot.com/

anjo só disse...

nem sempre elogios são falsos, as vezes estamos acostumado a tanta mediocridade intelectual, que ficamos fascinados quando encontramos pessoas com tão prematura capacidade artistica , e discernimento dos misterios da alma ,mas uma coisa é certa a pessoa não se deve levar pelo canto da sereia, tem que saber separar do que vem do bem e do mal . bom o poema, mostra certa maturidade ! hi ! elogiei de novo ! bjs

Sulivan disse...

As palavras são veneno que saem da boca do ser humano uma dosagem a mais pode matar.Nunca se deve acreditar em palavras e sim em sentimentos...as palavras podem ser falsas e ditas da boca pra fora mais o sentimento sempre é verdadeiro eles vem do coração"

Postar um comentário